Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

TRÊS AGÊNCIAS CONTESTAM RESULTADO DA LICITAÇÃO DA CAIXA

Redação | 17 de Setembro de 2021 - 10:00

Ficou confuso o cenário sobre a licitação de 374 milhões de reais, para a gerência da conta publicitária da Caixa Econômica Federal (CEF). Apesar do anúncio de três vencedoras, no início do mês, o processo está em suspenso, em função de três recursos administrativos de agências perdedoras.

As agências vencedoras anunciadas foram a Binder FC Comunicação, Calya Y2 Propaganda e Propeg. As agências que entraram com recursos questionando o resultado: Fields, Lua Propaganda e Nova/SB.

A NovaSB, que ficou em quarto lugar, centra seu recurso administrativo contra uma das vencedoras, a Binder, que segundo seus advogados alegam, teria descumprido exigência de autenticação das demonstrações financeiras (balanço patrimonial) na Junta Comercial. Também aponta outras supostas irregularidades que teriam sido cometidas pela mesma agência. De forma que pede a mesma pontuação dada à Propeg e à CaliaY2.

A Lua Propaganda, que ficou em sexto, acusa a comissão de licitação da Caixa de ter interpretado, “de forma incorreta”, alguns pontos de sua proposta técnica. E toma como alvo as vencedoras Binder e Calia Y2.

A quinta colocada entre as dez participantes, a Fields, acusa a comissão de licitação de ter declarado um resultado “flagrantemente ilegal”. Entre as razões, cita no recurso que “houve coação na negociação acerca dos repasses à Caixa“, além de “outros vícios”.

A comissão de licitação da Caixa ainda não julgou os recursos.

Segue abaixo os links dos recursos:

Recurso Fields 
Recurso Lua 
Recurso Nova SB