Brasília, 18 de Julho de 2024 - 5:53

PROJETO RE_MODELAR TEM SUA SEGUNDA EDIÇÃO

Em junho de 2023, o Data Stories, estudo mensal da Kantar Ibope Media, destacou o crescimento progressivo da representatividade negra nas peças publicitárias no Brasil. Mas o desafio de garantir a equivalência com os dados demográficos da população do país ainda não foi superado. É diante desse contexto que a WMcCann e o programa The Create Fund, da Shutterstock, lançam a segunda edição do Re_Modelar. 

O projeto, criado em 2022 pela diretora de arte Bia Lopes Maria durante o programa de mentoria de mulheres negras da WMcCann, visa aumentar e qualificar a representação das pessoas negras na publicidade e foi viabilizado graças ao apoio da plataforma criativa. Fundado em 2020 pela Shutterstock, o programa global The Create Fund tem oferecido a artistas historicamente excluídos apoio financeiro e profissional para preencher lacunas de conteúdo no acervo e desenvolver uma rede de colaboradores mais diversa e inclusiva. 

Na nova edição do Re_Modelar, quatro profissionais recebem mentorias profissionais e bolsas de US$ 5 mil cada para produção de conteúdos audiovisuais. Desde dezembro de 2023, eles participam de sessões exclusivas com profissionais do mercado e têm recebido orientações sobre a melhor forma de destacar sua produção na plataforma criativa.  

“Como indústria avançamos, mas ainda há muito o que fazer, sobretudo quando falamos em qualificar essa representação, através da inclusão de perspectivas negras. Apoiar o desenvolvimento de profissionais negros que atuam na nossa indústria é passo fundamental na transformação do nosso mercado, tornando-o mais inclusivo e diverso”, diz Matheus Monte, supervisor de projetos e atual líder da iniciativa na WMcCann.

“A Shutterstock é a plataforma criativa líder do mercado, com mais de 750 milhões de assets, incluindo fotos, ilustrações, vídeos e músicas. A cada 6 segundos um conteúdo nosso é baixado por marcas, agências e veículos para que contem suas histórias, e isso demonstra como plataformas criativas são fundamentais para a indústria. Por isso, reconhecemos a nossa responsabilidade em oferecer conteúdo que seja autêntico, fiel e diverso para essas narrativas. Nós acreditamos que a representação verdadeira acontece através do olhar de quem pertence a esse grupo ou comunidade, portanto aumentar a oferta de fotos e vídeos feitos por profissionais negros em plataformas criativas é um meio importante para vermos pessoas negras sendo retratadas sem os vieses inconscientes que não raro perpetuam estereótipos na nossa indústria”, diz Kaori Abe, gerente de marketing da Shutterstock para a América Latina.    

Lançada em 2022 a partir de um projeto interno de mentoria para mulheres negras da WMcCann, a primeira edição do Re_Modelar contou com 11 jovens profissionais brasileiros, que tiveram seus trabalhos destacados na plataforma criativa. Mais de 2 mil pessoas, em 13 países distintos, já baixaram os conteúdos produzidos por eles até o momento. Além disso, fotos produzidas foram exibidas durante o Festival do Clube de Criação naquele ano. 

“Nesta edição, os artistas do Re_Modelar puderam passar pelo nosso programa The Create Fund, no qual eles aprenderam conceitos fundamentais da fotografia comercial stock e conheceram mais de perto a demanda dos clientes. Eles poderão continuar usando as ferramentas e aprendizados fora do programa para gerar uma nova fonte de renda”, diz Steven Russell, Estrategista de Contribuidores e especialista em Diversidade, Equidade e Inclusão, que lidera globalmente o programa na Shutterstock. Ele é um dos mentores do Re_Modelar. Bia Lopes Maria, idealizadora do projeto, também é mentora e ajudou a selecionar os quatro profissionais convidados. “São profissionais que já atuam no mercado e têm um olhar bastante especial para a representatividade de pessoas negras na publicidade. Estamos muito entusiasmados com os resultados”, comenta Bia.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados