Brasília, 23 de Julho de 2024 - 21:48

LUCRO DO BB SOBE 29% ENTRE JANEIRO E MARÇO

O Banco do Brasil (BB) apresentou um lucro líquido ajustado de 8,5 bilhões de reais no primeiro trimestre de 2023, com alta de 28,9% na comparação com igual período de 2022. A instituição financeira projeta um resultado liquido positivo entre 33 bilhões de reais e 37 bilhões de reais neste ano.

Em nota, o BB explicou que o resultado decorreu de alta de 2,7% na carteira de crédito, que ampliada (todas as operações) atingiu 1,03 trilhão de reais em março. Crescimento de 16,8% em 12 meses. As receitas com Prestação de Serviços cresceram mais de 8% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Já as despesas administrativas recuaram 2,5% na visão trimestral, permitindo ao BB atingir um índice de eficiência de 29%, o melhor da série histórica.

Crédito: Rafael Alimandro/Assessoria BB

Nas operações que rendem juros, chamada de margem financeira bruta, o BB captou cerca de 21,1 bilhões de reais, alta de 38% na comparação anual.

Mas aumentou a provisão para perdas com empréstimos, saindo de 2,76 bilhões de reais no primeiro trimestre de 2022 para 5,86 bilhões de reais. Seguindo o que ocorreu no mercado por conta da alta do juro básico (Selic), o BB também registrou crescimento na inadimplência de operações vencidas há mais de 90 dias, passando para 2,62% contra 1,89% em março 2022.

 Observado 1T232023
Carteira de Crédito¹ – %17,98,0 a 12,0
Pessoas Físicas – %11,77,0 a 11,0
Empresas² – %15,77,0 a 11,0
Agronegócios – %26,711,0 a 15,0
Margem Financeira Bruta – %38,017,0 a 21,0
PCLD Ampliada – R$ bilhões-5,9-23,0 a -19,0
Receitas de Prestação de Serviços – %8,17,0 a 11,0
Despesas Administrativas – %6,17,0 a 11,0
Lucro Líquido Ajustado – R$ bilhões8,533,0 a 37,0

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados