Brasília, 23 de Julho de 2024 - 22:04

GOVERNO QUER COOPERATIVA PARA AQUECER AUDIOVISUAL

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) destinará 500 milhões de reais em linhas de crédito direto para o setor audiovisual. O anúncio foi feito pelo presidente da instituição financeira de fomento, Aloizio Mercadante.

Presidente da instituição financeira de fomento, Aloizio Mercadante.

“O tempo da resistência à cultura acabou. Precisamos de agenda ofensiva em defesa da cultura, do cinema e do audiovisual brasileiro. A fragilidade das produtoras que estão começando dificulta o financiamento. Pensem na possibilidade de montar cooperativas que compartilhem, pelo menos no início, os equipamentos mais sofisticados e a infraestrutura física. Juntas, as pequenas produtoras têm força; depois, podem virar grandes”, disse Mercadante.

Em evento do banco, idealizado pelo ex-ministro da Cultura Juca Ferreira e assessor especial do BNDES, a ministra da Cultura, Margareth Menezes, disse que governo federal está “voltado a colocar o audiovisual brasileiro a todo vapor, no que diz respeito à sua produção, visando o desenvolvimento econômico que, reconhecidamente, existe no setor”.

Mercadante cobrou uma política de regulação das grandes plataformas de streaming, a exemplo de países da União Europeia. A ministra respondeu que o ministério está agindo “para reformular, modernizar e ampliar as políticas públicas para o setor”, segundo informações da Telaviva.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados