Brasília, 21 de Abril de 2024 - 17:03

BB E BID TERÃO US$ 250 MI PARA APLICAR NA AMAZÔNIA

O Banco do Brasil (BB) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) fecharam parceria para financiamento, no valor de 250 milhões de dólares, a projetos bioeconômicos na região Amazônica. Trata-se da linha de Crédito Condicional para Projetos de Investimento (CCLIP), que tem o valor global de até um bilhão de dólares. São recursos do BID e do Green Climate Fund. 

A operação deve promover iniciativas de bioeconomia e infraestrutura sustentável, com ênfase em conectividade e fontes de energia renováveis na região. O anúncio foi feito após reunião entre o presidente do BID, Ilan Goldfajn e a presidenta do Banco do Brasil, Tarciana Medeiros. 

O BB deverá ser o agente financeiro repassador dos recursos. A iniciativa visa promover um modelo de desenvolvimento inclusivo e sustentável na região, com o apoio de empresas e de produtores rurais. Projetos de geração de energia de fontes renováveis são o foco, para a melhoria da conectividade em áreas urbanas, rurais e florestais, com prioridade para localidades isoladas. O objetivo é buscar alternativas de energia limpa, como energia solar fotovoltaica.

Presidenta do Banco do Brasil, Tarciana Medeiros

“Serão financiadas soluções que produzam impacto na geração de renda, melhoria da qualidade de vida e contribuam para a redução de emissões de carbono, por meio do combate ao desmatamento, de conservação da biodiversidade, de uso sustentável do solo e de recursos naturais e para recuperação de áreas degradadas”, diz Tarciana. 

“As ações visam criar alternativas econômicas para a população da Amazônia Legal brasileira, um dos principais eixos de trabalho do Amazônia Sempre. Estamos honrados em ter o Banco do Brasil como parceiro desses esforços e por esse importante desdobramento da Coalizão Verde”, diz Ilan Goldfajn.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados