Brasília, 17 de Abril de 2024 - 5:59

BRASÍLIA PERDE O JORNALISTA PAULO PESTANA, MENTOR POLÍTICO DE IBANEIS

O jornalismo de Brasília se despede de Paulo Pestana, colaborador do Correio Braziliense e mentor político do governador Ibaneis Rocha. Pestana morreu na madrugada desta segunda-feira, 11 de março, após dar entrada na emergência de um hospital da Asa Norte sentindo dor nas pernas. O motivo da morte ainda não foi confirmado, mas ele apresentava sintomas compatíveis com os da dengue desde a semana passada.

Para o jornalista e publicitário Fernando Vasconcelos, fundador da agência Meio e Mídia, “Paulo Pestana viveu um estado de paixão intenso pela vida e pelo trabalho, um combustível sempre presente” em suas realizações. “Ele soube cativar amigos e colegas por sua disposição imediata em fazer mais e melhor. O jornalismo do DF perde um excelente profissional do jornalismo e do marketing político”.

Com passagens por alguns dos mais influentes veículos de comunicação do Brasil, Pestana também atuou no front político, encabeçando as campanhas que elegeram e relegeram o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha, respectivamente nos anos de 2018 e 2022. A perda de um importante guia político repercutiu no Palácio do Buriti. “Perdi um grande amigo. Uma pessoa do bem que trabalhou sempre com muita lealdade e dedicação”, afirmou o governador.

Pestana chegou a Brasília em 1973, sua carreira no jornalismo inclui passagens pelo Jornal Nacional, da TV Globo, no cargo de diretor, e no jornal O Estado de S. Paulo, entre outros grandes veículos da mídia nacional. Sua última crônica foi publicada no jornal Correio Braziliense no domingo, dia 10 de março, véspera de sua morte.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados