Brasília, 26 de Maio de 2022 - 11:19

BVs de agências em análise pelo novo governo

Durante o evento de posse dos novos presidentes do BNDES, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro disse que pretende rever a prática dos BVs (Bonificação de Volume) concedidos pelos veículos às agências de propaganda, de acordo com o volume de propaganda veiculada, mídia. Segundo ele, sua administração quer reanalisar a forma como são feitos os repasses publicitários desse benefício aos veículos de comunicação, gerado pelas campanhas institucionais dos órgãos do governo.

Em seu discurso, o presidente disse que “Vamos buscar junto ao Parlamento a questão da BV. Isso tem que deixar de existir. Aprendi há pouco o que é isso e fiquei surpreso e até assustado. Vamos eliminar essas questões”.

Disse ainda que quer democratizar as verbas publicitárias, de maneira racional.

A prática é bastante comum e existe uma tabela entre os veículos e as agências. São cálculos distintos para TV, Mídia Impressa e Mídia Digital, os quais são calculados de acordo com os percentuais de crescimento do cliente com base no ano anterior. Além disso, o BV só é concedido às agências que pagam as veiculações no vencimento. 

Não é novidade que o presidente demonstre interesse em analisar e avaliar algumas práticas ligadas à publicidade do Governo Federal. Bolsonaro, quando ainda era candidato, fez vários comentários sobre a destinação das verbas publicitárias do governo ao longo de sua campanha eleitoral. Aguardamos o posicionamento da FENAPRO.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados