Brasília, 17 de Abril de 2024 - 5:56

SHOPPINGS ADEREM A CAMPANHA PELA PAZ, CONTRA O ANTISSEMITISMO

A guerra em Gaza está completando seis meses em abril, iniciada após um ataque terrorista do Hamas perpetrado no dia 07 de outubro. Centenas de pessoas morreram no conflito e milhares ficaram feridas, sendo que 100 reféns ainda são mantidas em cativeiro pelo Hamas, levando a uma mobilização inédita em 24 shoppings do país, uma campanha em favor da paz, ao mesmo tempo em que combate o terrorismo e o antissemitismo.

Entre as mais de 100 pessoas sequestradas pelos terroristas do Hamas econtram-se mulheres, idosos e crianças. O movimento chamado #PinForPeace reforça seu apelo pela paz, espalhando pelos centros comerciais em seis estados do País, além do Distrito Federal, que passam a exibir a campanha em telões.

Durante todo o mês de abril, os totens da Campanha poderão ser vistos nos seguintes locais: São Paulo (Morumbi Shopping, Shopping Anália Franco, Shopping Vila Olímpia e Morumbi Corporate), Jundiaí (Jundiaí Shopping), Ribeirão Preto (Shopping Santa Úrsula e Ribeirão Shopping), São Caetano do Sul (Park Shopping São Caetano), Rio de Janeiro ( Barra Shopping, NewYork City Center, Park Jacarepaguá, Park Shopping Campo Grande e Village Mall), Brasília ( Park Shopping e Park Shopping Corporate), Belo Horizonte (BH Shopping, Diamond Mall e Pátio Savassi), Curitiba (Park Shopping Barigui), Porto Alegre (Barra Shopping Sul e Golden Lake), Canoas (Park Shopping Canoas) e Maceió (Park Shopping Alagoas).

Atendendo a um pedido pessoal  de Natalie Klein, Alan Strozenberg, Daniel Oksenberg, Paula Puppi e Jairo Goldflus, idealizadores do movimento #Pinforpeace, o CEO do Grupo Multiplan, Eduardo Peres, ofereceu todos os shoppings da rede no país para veicular por meio de totens digitais a campanha idealizada pela Agência Baila. 

O movimento convida as pessoas a postarem selfies em preto e branco com um pin, que traz uma estrela de Davi formada por laços. Na sequência, a pessoa é estimulada a marcar cinco amigos com a hashtag #pinforpeace. Há também a opção dos pins físicos, que são distribuídos gratuitamente, acompanhados de um texto manifesto.  

Em menos de cinco meses, a iniciativa, que já recebeu o apoio de personalidades como Luciano Huck, Adriane Galisteu, Patrícia Abravanel, Didi Wagner e Ticiane Pinheiro. Recentemente, o israelense Uri Levine, criador do Waze, conquistou 17 milhões de impressões e mais de 20 mil fotos compartilhadas em oito países, além do Brasil, além de distribuir 30 mil pins físicos. 

“O foco é a paz. Ela só vai acontecer quando existir a coexistência entre os povos, suas culturas e religiões. E, para que isso aconteça, temos que acabar com o antissemitismo e todo tipo de preconceito”, afirma o fundador e CEO da agência Baila, Alan Strozenberg. “A campanha busca se comunicar com o público em geral, visando aumentar o engajamento e o impacto do movimento. Diante de tanto ódio, não podemos ficar calados”, diz.

“Essa campanha é mais um passo para que o movimento possa inspirar mais pessoas, de qualquer lugar do mundo, e que ajude na luta contra a crescente onda global de terrorismo e de antissemitismo”, afirma a fundadora da NK Store, Natalie Klein. “O Pin for Peace nasceu da vontade de mostrar publicamente a nossa união, tanto no luto pelas vítimas do terrorismo como na luta contra o crescente antissemitismo”, diz Daniel Oksenberg, cofundador e CEO da agência Baila.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados