Brasília, 07 de Outubro de 2022 - 6:54

FINTECH NEON OFERTA MAIS DE 700 VAGAS NO PRIMEIRO SEMESTRE

A Neon, a primeira conta digital do Brasil, vai abrir 700 novas vagas até o final do primeiro semestre deste ano, para trabalhar de qualquer lugar do país. Mensalmente, serão disponibilizadas mais de 100 novas vagas para áreas como tecnologia, atendimento, jurídico, administrativo, financeiro, crédito e cobrança, marketing, produtos, design, dados, agilidade e recursos humanos. As vagas são direcionadas a profissionais de diferentes níveis, de júnior ao nível gerencial.

“No ano passado, a Neon cresceu três vezes e a nossa previsão para este ano é mais que dobrar o nosso faturamento. Para acompanhar esse crescimento, precisamos também de mais talentos e buscamos profissionais que estejam alinhados com o nosso propósito, que é diminuir desigualdades mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, e que trabalhem de forma divertida e responsável”, explica Juliana Yamada, vice-presidente de Pessoas, Estratégia e Dados e Agilidade da Neon.

Além do modelo de trabalho híbrido flexível, a fintech oferece benefícios flexíveis como plano de saúde e odontológico, seguro de vida, auxílio-creche ou babá, vale-refeição ou alimentação, verba para cursos e treinamentos, TotalPass, vale-transporte ou estacionamento. Os colaboradores podem escolher como distribuir o dinheiro desses benefícios da forma como preferirem. A Neon oferece ainda um programa de apoio psicológico chamado Alô Cafuné, pelo qual os colaboradores e seus familiares contam com assistência 24 horas por telefone.

Para se candidatar e acompanhar os requisitos sobre cada vaga, é necessário acessar o site: www.neon.com.br/carreira.

A Neon é uma fintech brasileira fundada em 2016. que tem a missão de unir tecnologia e design para redesenhar e simplificar a experiência financeira das pessoas, diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos. Com mais de 15 milhões de clientes entre pessoas físicas e jurídicas, recentemente captou em série D cerca de R$ 1,6 bilhão, investidos integralmente pelo banco espanhol BBVA.

Essa expansão foi possível por aquisições estratégicas como as de MEI Fácil, que oferece serviços financeiros e educação para microempreendedores individuais.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados