Brasília, 28 de Maio de 2022 - 7:41

RÚSSIA PROIBE INSTAGRAM E FACEBOOK POR AÇÕES “EXTREMISTAS”

Um tribunal de Moscou proibiu nessa segunda-feira, 21, as redes sociais Facebook e Instagram na Rússia, sob a alegação de que as plataformas realizam atividades "extremistas", de acordo com agências de comunicação russas e informações da Propmark.

Na decisão, o juiz disse que a corte estava atendendo ao pedido da “Promotoria de proibir as atividades da empresa Meta". O WhatsApp está fora da decisão.

Segundo a agência Interfax, um porta-voz do Serviços de Segurança russos também exigiu o bloqueio das plataformas.
"As atividades da Meta (empresa matriz do Facebook e do Instagram) se dirigem contra a Rússia e suas Forças Armadas. Exigimos sua proibição e a obrigação de aplicar esta medida imediatamente", declarou Igor Kovalevski.

O processo que levou à decisão começou como uma reação da Procuradoria-Geral da Rússia ao posicionamento da Meta, de afrouxar a política de moderação das mensagens quando direcionadas ao exército e dirigentes russos.

A ação demonstra também a intensificação da política de repressão de Moscou contra as plataformas sociais e os meios de comunicação, como uma forma de tentar controlar a narrativa sobre a invasão do país à Ucrânia.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados