Brasília, 18 de Julho de 2024 - 5:04

BB REVELA NOVAS METAS EM AÇÃO DE SUSTENTABILIDADE

O Banco do Brasil (BB) é o embaixador de três movimentos ligados ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil, que promovem ações de equidade racial e de gênero, trabalho decente e crescimento econômico: Elas Lideram 2030, Raça é Prioridade e Salário Digno. A adesão foi anunciada pela presidenta do BB, Tarciana Medeiros.

Tarciana anunciou ainda “12 Compromissos 2030 para um Mundo mais Sustentável”, da pauta do banco. Considerada a instituição financeira mais sustentável do mundo pelo ranking Global 100, da Corporate Knights, o BB lançou novas metas.

Tarciana Medeiros, presidenta do BB

“Nossos compromissos passam por questões relevantes em gestão ASG (Ambiental, Social e Governança). Nossa atuação com crédito e investimentos se coloca, neste aspecto, de forma robusta. Nas questões climáticas, também temos novas metas relevantes para redução das emissões diretas de gases de efeito estufa. Assim como em metas que terão impacto direto em inclusão financeira, investimento social privado e diversidade”, disse a presidenta do BB.

Ela explicou que empresas embaixadoras do Pacto Global precisam promover o avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável onde atuam, assumindo compromissos e contrapartidas especiais com um ou mais dos movimentos propostos. O movimento Elas Lideram 2030 é de Igualdade de Gênero e tem o objetivo de ajudar as empresas a atingirem metas nesse sentido. O Salário Digno busca garantir 100% de remuneração justa para todos os colaboradores, engajando toda a cadeia para atingir Trabalho Decente e Crescimento Econômico. Já o movimento Raça é Prioridade trabalha para promover mais pessoas negras, indígenas, quilombolas ou pertencentes a outros grupos étnicos sub-representados em cargos de liderança, até 2030.

“Somos participantes do Pacto Global da ONU no Brasil, desde 2003. Mobilizamos esforços para a promoção de valores fundamentais nas áreas de direitos humanos, trabalho e meio-ambiente. Nossos compromissos em sustentabilidade não só se renovam, como se colocam de forma mais desafiadora. Um deles, por exemplo, é o desejo de alcançar um saldo de 200 bilhões de reais em operações de crédito em agricultura sustentável, uma carteira que, em junho deste ano, bateu 141,4 bilhões de reais”, diz Tarciana.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados