Brasília, 28 de Setembro de 2022 - 9:42

MALALA YOUSAFZAI, GANHADORA DO NOBEL DA PAZ DE 2014, SERÁ HOMENAGEADA COM O LIONHEART AWARD

A organização do Cannes Lions anunciou que a ativista paquistanesa Malala Yousafzai, ganhadora do Nobel da Paz de 2014, será homenageada com o LionHeart Award. O prêmio é dado para quem faz diferença significativa e positiva para o mundo.

A vida de Malala foi impactada profundamente, quando o Talibã assumiu o controle da cidade onde morava e proibiu as meninas de frequentarem a escola. Depois de defender publicamente o direito das meninas ao estudo, Malala sofreu um atentado, ao qual sobreviveu. Em 2014, Malala e seu pai, Ziauddin, fundaram o Malala Fund, entidade dedicada a dar a garotas a oportunidade de ter o futuro que almejam.

Philip Thomas, chairman do Lions, destacou que o Malala Fund vem obtendo sucesso e já promoveu mudanças importantes. Ele afirmou que os homenageados com o prêmio têm à disposição a plataforma do Cannes Lions para incentivar líderes e profissionais do mercado a ajudar a comunicar causas defendidas pelos ganhadores do LionHeart.

Malala declarou que “as meninas têm o poder de impulsionar as economias, criar empregos, tornar as comunidades mais seguras e promover mudanças. Mas ver o futuro que as meninas que tiveram acesso à educação podem criar exigirá que indivíduos, líderes e empresas em todos os setores tomem atitudes”. A ativista estará no palco do Cannes Lions em painel dedicado ao prêmio no dia 23 de junho. O troféu será entregue na mesma data, à noite. O Festival acontece entre 20 e 24 de junho.

Lançada em 2014, a premiação já foi conferida a Bono, Al Gore, Blake Mycoskie (fundador da TOMS), Richard Curtis (diretor de filmes e fundador do Project Everyone), Paul Polman (então CEO da Unilever) e Phumzile Mlambo-Ngcuka (subsecretária-geral das Nações Unidas e diretora executiva da ONU Mulheres em 2019, com informações do Clube de Criação.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados