Brasília, 01 de Outubro de 2022 - 20:58

ACORDO DO SEBRAE E EMBRAPII AJUDARÁ STARUPS TECNOLÓGICAS

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) vai destinar  23,7 milhões de reais para projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) de startups, micro e pequenas empresas, realizados em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EmbrapII). Acordo entre as duas instituições foi assinado, durante o evento Innovation Rio Week.

Esse é o terceiro contrato entre as organizações para fomentar a inovação. A novidade ficar por conta da ampliação do apoio financeiro do Sebrae às fases finais da inovação, e não somente ao desenvolvimento da tecnologia, como preveem as parcerias anteriores. A mudança acompanha a criação do programa Lab2MKT, da EmbrapII, que garante recursos não reembolsáveis e acompanhamento técnico aos projetos de startups e pequenas empresas em todo o ciclo da inovação – permitindo que a tecnologia desenvolvida na primeira fase vire produto e chegue ao mercado.

"A EmbrapII atua no financiamento em parceria com as empresas, para desenvolver projetos de pesquisa aplicada cujo desenvolvimento requer apoio para atravessarem o conhecido ‘vale da morte’ dos projetos de P,D&I, considerada etapa de grande risco, na qual é preciso provar a viabilidade tecnológica do projeto. No entanto, percebemos que os pequenos empreendedores precisavam de um apoio extra e criamos o programa Lab2Mkt, que ajuda a mitigar os riscos mercadológicos da inovação”, explica o diretor-presidente do órgão, Jorge Guimarães. “A parceria com o Sebrae é extremamente estratégica, pois potencializa o alcance do programa e permite que mais startups se beneficiem desse modelo”, finaliza.

A EmbrapII financia parte do valor dos projetos inovadores da indústria brasileira com recursos não reembolsáveis e alavanca recursos privados em inovação. Os recursos do Sebrae – que já totalizam 80 milhões de reais – são utilizados para apoiar a contrapartida das pequenas empresas, reduzindo em até 80% do custo dos investimentos.

Antes da cooperação com o Sebrae, a exigência de contrapartida financeira das empresas, em alguns casos, limitava o acesso aos recursos da EmbrapII aos pequenos empreendedores. A parceria entre as duas instituições permitiu o desenvolvimento de 174 projetos de PD&I de 190 empresas, que totalizam 166 milhões de reais.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados