Brasília, 26 de Maio de 2022 - 20:59

Pandemia reforça migração de anunciantes para meios digitais

 A pandemia está consolidando, de maneira veloz, cenários que o mercado já projetava para tempos vindouros. Para este ano, por exemplo, cresce o universo de anunciantes que prometem investir, cada vez mais, em publicidade digital, conforme indica levantamento do IAB Brasil com a Nielsen.

Realizada ao fim de 2020, a pesquisa "Os impactos do Covid-19 na Publicidade" aponta que cerca de 45% dos anunciantes e agências prometem voltar seus anúncios para meios digitais e marketing de influência. Volume que cresceu ante 2020, quando 36% tinha essa mesma intenção.

Na mão inversa, 32% informaram que deixarão de investir na mídia impressa, rádio e televisão, em 2021. Em relação aos formatos, as principais apostas de aumento de investimento são em streaming áudio/podcasts, native e search, conforme respostas de 23%, ante 4% do ano anterior.

Realizado ao fim de 2020, com 167 pesquisados, a segunda edição do estudo já apontava que, para 46% dos anunciantes, os investimentos nos canais digitais tiveram maior importância do que o offline, no ano passado. E para 82% dos pesquisados, a pandemia não afetou as operações de publicidade digital ano passado.

Um dado interessante do levantamento do Interactive Advertising Bureau (IAB- Brasil, ex-Associação de Mídia Interativa) é o de que 100% dos pesquisados declararam já atuar em meio digitalizado.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados