Brasília, 19 de Agosto de 2022 - 2:59

FILME DE SILVIO TENDLER RETRATA O SUS NO BRASIL

Saúde tem Cura” (2022, Caliban), novo documentário em longa-metragem do cineasta Silvio Tendlersobre o Sistema Único de Saúde do Brasil (SUS) é apresentado em sessão especial com a presença do diretor, dia 7 de junho, às 20h, no cinema Estação Botafogo (RJ). A estreia nacional do documentário acontece no YouTube da Caliban, dia 8 de junho. 

Produzido com apoio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o documentário conta com entrevistas de usuários, profissionais da área da Saúde e representantes da sociedade civil. Uma volta ao tempo para entender o que era o Brasil antes do SUS, quando o acesso à saúde tinha um viés elitista, baseado em privilégios. “Saúde tem Cura” retrata o passado e o presente, com diversos olhares para o futuro.

“Este filme tem muitos começos. Aprendi em casa, com a doutora Sarah Tendler, minha mãe, a importância da saúde pública. Pediatra e psicanalista, iniciou a carreira no IAPM e se aposentou no Posto de Atendimento Médico da Rua Venezuela, no Centro do Rio de Janeiro. Em 1988, acompanhei a luta de Sérgio Arouca e tantos outros pioneiros na Constituinte, para fazer da Saúde um bem público. Quando um problema de medula me jogou em uma cadeira de rodas, aprendi com os doutores Paulo Niemeyer, Fernando Portela e Arno Ristow que medicina é arte. Sem eles, eu não estaria aqui para contar essa história”, diz Silvio.

“Queremos apresentar o SUS a partir dos diversos olhares, sem apresentar uma resposta. Ele é um filme que defende o SUS, isso é inequívoco e apostamos na força do SUS. Mas buscamos pensar nas fragilidades dele com todos que estão no filme, para fomentar a discussão a partir de vários olhares, trazendo o passado, o presente e o futuro com pessoas que pensam muito diferente”, diz a diretora assistente, Lila Souza Diniz. 

Presente nos mais de cinco mil municípios, nas metrópoles e nas vilas mais remotas. Do atendimento básico ao complexo. Urgências e emergências, produção de vacinas e medicamentos, pesquisas,hospitais universitários, ações educativas, vigilância sanitária e epidemiológica. Ele é o único sistema do mundo que atende a mais de 190 milhões de pessoas gratuitamente. E 80% dos brasileiros dependem exclusivamente do SUS para qualquer atendimento de Saúde. Sendo o SUS o maior programa público de transplantes de órgãos do mundo, já que o sistema financia 95% dos procedimentos do país. Tudo isso é SUS.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados