Brasília, 17 de Abril de 2024 - 5:51

SEIS TENDÊNCIAS PARA 2024 EM CUSTOMER EXPERIENCE

Garantir a melhor experiência do cliente vem sendo uma demanda latente no mercado, considerando as mudanças nos hábitos dos consumidores, que passaram a valorizar a qualidade do atendimento, mais até do que os aspectos financeiros. Assim, a melhor forma de lidar com esse novo cenário é, sem dúvidas, investir no Customer Experience (CX) ou experiência do cliente.

Não à toa, o Customer Experience é uma estratégia rentável para as organizações. Segundo estudo da Temkin Group, o investimento na experiência do cliente pode gerar um aumento médio de até 80% da receita total do negócio. Eis as tendências de mercado para o próximo ano, segundo Thiago Gomes, diretor de Customer Success and Products na Pontaltech.

– IA Generativa: As discussões acerca desta tecnologia devem se acentuar. Afinal, estamos apenas no começo de todo o potencial desse recurso e o CX pode ser favorecido pela personalização dos atendimentos.

– Jornada do cliente: nos últimos anos, as organizações buscaram aumentar o foco na jornada do cliente, levando em conta suas diferenciações, incluindo questões sociais e demográficas. Esse mapeamento deve ocorrer desde o primeiro contato até o pós-venda, para interação e engajamento.

–  Branding: de nada adianta ter tecnologia e uma jornada bem mapeada, se a empresa não tiver uma marca forte. Ter um branding alinhado à proposta de valor e ao perfil dos clientes é fundamental para criar um discurso efetivo e focado em resultados.

– Canais: vivemos a era omnichannel, onde cada cliente possui suas preferências. Sendo assim, é necessário que a empresa busque ampliar sua presença nos mais diversos tipos de mídia para utilizá-las a seu favor, sempre garantindo um contato efetivo, independentemente do meio em que ele aconteça. 

– Hipersonalização: oferecer a opção certa, na hora certa e no local certo. Mais do que fazer o cliente se sentir exclusivo, ações hiperpersonalizadas geram mais resultados. Com o apoio da IA, é possível oferecer isso de forma mais simples, traçando as preferências de cada perfil – o que seria humanamente impossível sem o apoio da tecnologia.

– Segurança da informação: segurança de dados vem se tornando uma preocupação entre os consumidores. Diante disso, com a consolidação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), as empresas que oferecerem mais segurança, certamente, irão transmitir mais tranquilidade aos clientes.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados