Brasília, 01 de Outubro de 2022 - 14:02

Artplan recria Inferno de Dante em trabalho criativo para Médicos Sem Fronteiras

   Milhões de pessoas, espalhadas pelos cinco continentes, enfrentam diariamente jornadas desumanas para fugir de guerras, perseguições e da pobreza. A fim de chamar a atenção para a situação da enorme quantidade de refugiados e migrantes que se deslocam ao redor do mundo, a Artplan desenvolveu um trabalho criativo para Médicos Sem Fronteiras (MSF), uma organização internacional que oferece ajuda médica e humanitária a populações em situações de emergência.

Por meio de fotos atuais de pessoas e contextos onde MSF atua e de uma ilustração clássica de “A Divina Comédia”, do italiano Dante Alighieri, a agência encontrou uma conexão entre a obra do poeta do século 14 e a dura realidade dos refugiados em pleno século 21. Ao criar a primeira parte de sua obra, “Inferno”, Dante imaginou o que seria a pior viagem que alguém poderia enfrentar. A imagem elaborada pelo artista francês Gustave Doré para retratar o horror expresso na poesia do italiano foi recriada com fotos reais de refugiados, mostrando que a realidade pode ser ainda mais terrível do que a pior ficção.

“Usamos a força de um clássico da literatura universal e de uma imagem icônica para gerar uma reflexão capaz de chamar a atenção para realidades insuportáveis de violência e descaso. Milhões de pessoas em todo o mundo buscam apenas um lugar onde possam viver em segurança ou simplesmente sobreviver”, disse Nira Torres, Diretora de Comunicação de MSF. “Jogar luz sobre este assunto é fazer com que a realidade de migrantes e refugiados deixe de ser invisível e chegue a um público cada vez maior”, finalizou.

Faz parte da ação interações com influenciadores mapeados, posts e um vídeo de 1’, além de OOH e mídia impressa. Os interessados em saber mais sobre a realidade dos refugiados ao redor do mundo podem acessar o site www.refugiadosdedante.com.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados