Brasília, 26 de Maio de 2022 - 21:20

Instituto Reclame Aqui pressiona políticos a devolverem milhas de passagens pagas com dinheiro público

 No mês do consumidor, o Instituto Reclame Aqui lança mais um projeto com o objetivo de pressionar deputados e senadores sobre um direito que é do cidadão: Milhas do Povo. De acordo com dados públicos disponíveis nos portais do Senado e da Câmara, deputados federais e senadores brasileiros viajam, em média, duas vezes por semana de seus Estados de origem para o Distrito Federal e de volta para casa, em voos pagos com dinheiro público.

As milhas geradas costumam ser usadas em benefício próprio. O projeto vai gerar pressão na classe política para que essas milhas sejam usadas por quem realmente precisa viajar, seja por motivo de saúde ou para representar o Brasil em torneios esportivos, entre outras razões relevantes.

Para o diretor de marketing do Instituto Reclame Aqui, Felipe Paniago, o Milhas do Povo é mais uma ação para empoderar o brasileiro. “Em 2018, ano de eleição, lançamos o Detector de Ficha de Político como uma ferramenta de orientação ao eleitor.

Agora é a hora da cobrança. Milhas do Povo levanta a discussão sobre o uso consciente do dinheiro público e cobra dos políticos que façam o que é moralmente esperado deles.”
Para divulgar a iniciativa, o influenciador e comediante Maurício Meirelles foi ao Congresso Nacional questionar alguns parlamentares sobre o tema. Em um vídeo lançado nas redes sociais do Reclame Aqui e do humorista, Maurício pressiona alguns deputados e senadores, de diversos partidos, para que devolvam suas milhas à população.

Usando a hashtag #milhasdopovo, a população pode (e deve) pressionar os políticos nas redes sociais. O projeto completo está no site www.milhasdopovo.com.br, onde qualquer brasileiro pode solicitar milhas para viajar, desde que apresente um motivo relevante. Os pedidos são avaliados por advogados do Instituto Reclame Aqui e, se aprovados, podem ser abraçados por qualquer político – o Instituto Reclame Aqui compromete-se, inclusive, a divulgar os nomes de todos os congressistas que se engajarem no projeto. No site, a população pode ainda conhecer os líderes de partido e senadores que mais viajaram no último ano (dados retirados de http://www.camara.gov.br e https://www.senado.leg.br) e cobrar deles as milhas.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados