Brasília, 21 de Maio de 2022 - 8:48

A INDÚSTRIA DE MIDIA E ENTRETENIMENTO SÓ CRESCE NO PAÍS

Algumas pessoas podem se surpreender com isso, mas já há pesquisas bastante confiáveis que indicam que a indústria de mídia e entretenimento vai crescer nos próximos anos.

O motivo para isso ser recebido com estranheza por alguns é que o Brasil está passando por um período bastante conturbado no aspecto político e econômico.

O próprio Ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que o Brasil foi atingido por um meteoro.

Quando alguém nesta posição diz algo desse tipo, você pode apostar que o problema é grave.

Não há dúvidas de que a pandemia foi um problema

Para conter a Covid-19, diversas regiões do Brasil adotaram o lockdown. Isto quer dizer que atividades não essenciais não eram permitidas. Coisas como eventos e festas estavam temporariamente proibidas por lei.

Obviamente isso prejudicou as pessoas que trabalham no setor. Os mais criativos tentaram burlar a crise trabalhando online. Mas o mundo virtual não é substituto para o mundo real.

Um show sem público apresentado no formato de live dificilmente vai conseguir arrecadar o mesmo que um show com público onde as pessoas pagam por bebida, comida e etc.

Isto é, as alternativas para contornar o distanciamento social não foram o bastante para frear a crise do entretenimento.

Uma vida social é importante

Existe um consenso entre a comunidade médica de que uma vida social ativa é importante para a vida das pessoas.

Nenhum médico em sã consciência vai criticar as relações humanas. Estar conectado com pessoas é apontado como algo essencial, tanto para a saúde mental quanto física.

E é aí que os profissionais da indústria do entretenimento entram em cena. O trabalho dessas pessoas é mais importante do que muita gente pode imaginar.

Pesquisas apontam para o crescimento do setor nos próximos anos

Ainda é um pouco cedo para dizer que o Brasil superou a Covid-19. Por outro lado, é visível que já superamos o auge da pandemia.

Uma parte considerável da população já foi completamente vacinada e a flexibilização das medidas restritivas está a todo vapor.

Os impactos deste novo cenário já são visíveis na indústria de mídia e entretenimento.

Segundo a 22ª Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia 2021-2025 da PwC, o mercado de mídia e entretenimento no Brasil deve crescer 4,7% até 2025 e 5% ao ano.Traduzindo isso para dinheiro, espera-se que o setor chegue em U$ 38 bilhões.

Isso quer dizer que os profissionais da área e os empreendedores que querem participar deste setor estão diante de um cenário excelente.

Há muitas oportunidades nesta área

Empreender é o mesmo que solucionar problemas e a indústria de mídia e entretenimento é bastante problemática.

A experiência própria junto com pesquisa de mercado mostrou para Tamy Sass, fundadora e CEO da Twidie, que contratar profissionais dessa área pode ser um grande desafio.

Por isso a startup Twidie foi criada. Trata-se de uma plataforma que vai conectar os profissionais da indústria de mídia e entretenimento com os contratantes.

* Tamy Sass é CEO e Fundadora da Twidie, e vencedora do European Tech Women Awards 2020 e TEDx Speaker.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados