Brasília, 27 de Maio de 2022 - 12:20

IAB BRASIL SE MANIFESTA CONTRA TRECHOS DA LEI DAS FAKE NEWS

O IAB Brasil, associação que representa o mercado de publicidade digital no país, lançou um manifesto em defesa da publicidade digital. O movimento é resultado de uma possível mudança na proposta de consumo dos anúncios na web com o Substitutivo ao PL n. 2.630/20, que institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, conhecida popularmente como a ‘Lei das Fake News’.

Para a associação, não existe razão para impedir que as marcas direcionem publicidade ao seu público-alvo na Internet e, por isso, o IAB pede a revisão de alguns trechos do PL, que inviabilizam a existência do anúncio digital. “Por conta da pandemia, muitos empreendedores precisaram fechar as portas e migraram – do dia para a noite – o seu negócio para o mundo virtual. Apesar dos diversos desafios enfrentados ao longo deste período, as reinvenções aconteceram e as vendas online com anúncios segmentados foram a salvação de boa parte dos comércios”, explica Cris Camargo, CEO do IAB Brasil.

No manifesto, a associação pede alteração de pontos críticos e destaca que o PL “representa, em seu texto mais recente, uma ameaça sem precedentes para muitos anunciantes e inviabiliza a existência da publicidade digital”, esclarecendo ainda que “o IAB sempre será a favor de propostas que visem trazer ainda mais segurança para o ambiente digital”.

Segundo Cris Camargo, este projeto de lei, que tem como objetivo mitigar as fake news, é louvável, mas a executiva explica que “não é possível aceitar que sejam impostos retrocessos que coloquem em risco um setor fundamental para a economia”. Relevância essa que se comprova através dos resultados apresentados pelo estudo “Digital AdSpend”, realizado em parceria com a Kantar IBOPE Media. O conteúdo traz como destaque o fortalecimento da publicidade no digital, que teve um investimento acumulado de R$ 36,9 bilhões, referente à soma dos 12 meses de 2020 (R$ 23,7 Bi) com os seis primeiros meses de 2021 (R$ 13,2 Bi).

O IAB Brasil reconhece, entretanto, a importância das iniciativas que visam refletir as necessidades do mercado publicitário atual, principalmente aquelas que incentivem a diversidade do ecossistema. A associação defende a transparência e o profissionalismo em relação à conduta das empresas que compõem o segmento, sendo a favor da construção permanente de um ambiente mais saudável para marcas e empresas. “A discussão sobre o assunto é de extrema importância para o desenvolvimento sustentável do setor de publicidade digital, e é necessário que determinados pontos sejam revisados e debatidos em sociedade, com o objetivo de reduzir possíveis danos que poderão ocorrer às pessoas e empresas que atuam no mercado, além dos usuários ativos deste meio”, finaliza Cris.

Para leitura do manifesto na íntegra e participar do abaixo assinado contra o retrocesso do mercado digital: https://materiais.iabbrasil.com.br/manifesto-pl-2630-2020-fake-news

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados