Brasília, 27 de Maio de 2022 - 12:46

IBM PROMETE PESQUISA SOBRE PRECONCEITOS NA PUBLICIDADE

O IBM Watson Advertising anunciou uma pesquisa que aplicará a tecnologia de inteligência artificial (IA) para entender como o viés do preconceito prevalece na publicidade. E, depois, estabelecer as bases para a redução dessa prática.

Segundo estudo do Instituto Geena Davis de Gênero na Mídia, nos anúncios, os personagens masculinos aparecem 12% a mais do que as mulheres. Mas os vídeos com equilíbrio de gênero, e liderados por mulheres, produziram 30% mais visualizações, revelando uma demanda por conteúdo mais inclusivo, informou a IBM.

"Estamos em um momento da história no qual um discurso sobre desigualdades socioeconômicas domina a agenda nacional e exige ação", disse Bob Lord, vice-presidente sênior de Ecossistemas Globais e Blockchain da IBM. "Nossa esperança é a de que a inteligência artificial possa ser um catalisador para eliminar o preconceito na publicidade, da mesma forma que está ajudando a transformar essa indústria, enquanto ela se reconstrói, para uma era sem cookies de terceiros. Por meio dessa pesquisa, damos um primeiro passo importante rumo a esse objetivo, aplicando rigor científico para determinar a dimensão do impacto que a IA pode ter no mundo da publicidade", continua Lord.

O preconceito publicitário tem o potencial de impactar negativamente os consumidores, que podem perder uma potencial oportunidade econômica ou se sentirem alvejados com base em estereótipos, ao mesmo tempo em que prejudica as marcas, pois podem resultar em desempenhos negativos de campanhas, assegura a IBM.  A pesquisa do IBM Watson Advertising quer um entendimento mais profundo dos fatores que contribuem para o preconceito na publicidade, e como a IA pode ajudar, abrangendo segmentação de público, mensagens criativas, otimização de desempenho e impacto de campanha.

A IBM Watson Advertising trabalhará com pesquisadores da IBM Research para realizar esse estudo, em parceria com o Ad Council e outros líderes da indústria e academia.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados