Brasília, 30 de Setembro de 2022 - 6:01

Agência passa a aceitar pagamentos em moeda digital

 Motivada pelo momento da economia digital, a agência Innova AATB sai na frente e moderniza sua relação com clientes, passando a aceitar Bitcoin (moeda digital) como forma de pagamento. “Para nós, essa iniciativa é um movimento óbvio, porque sabemos da segurança do Bitcoin e entendemos bem onde esse caminho nos leva”, comenta Alexandre Carmona, sócio-diretor da agência.

Segundo o executivo, a própria carteira de clientes da Innova AATB contribuiu para a decisão, uma vez que atende o Mercado Bitcoin – maior plataforma de ativos digitais da América Latina e uma das 50 mais confiáveis do mundo – e o escritório PG Advogados – um expoente brasileiro em direito digital.

“Lidar com o assunto de forma tão contínua e profunda nos fez entender todos os aspectos tecnológicos da economia digital e para onde tudo isso leva”, completa Alexandre.

Depois do anúncio de Elon Musk, de que a Tesla aceitará Bitcoins, bem
como movimentos de grandes empresas de pagamentos como PayPal,
MasterCard e Visa estarem estruturando maneiras de incorporar o mundo
cripto em seus negócios, para a Innova AATB não há dúvida de que, muito em
breve, o varejo e todo o setor de serviços deva começar a encarar o
bitcoin como um caminho viável de transações.

“O Bitcoin vem sendo adotado como meio de pagamento por algumas empresas
já há algum tempo. Mas de alguns meses pra cá, ganhou um novo impulso,
com empresas que aceitam a criptomoeda e a mantem como parte de seu
caixa, ao invés de vendê-la imediatamente. Isso mostra a versatilidade
do Bitcoin, que pode ser usado como meio de pagamento, proteção de longo
prazo ou alternativa de investimento”, explica Fabricio Tota, Diretor de
New Business do Mercado Bitcoin.

A agência utiliza o Mercado Bitcoin para sua conta cripto, vinculada
direto em seu CNPJ e contou com o PG Advogados para elaborar os
contratos da maneira mais clara e detalhada. “Este tipo de contrato
celebra os parceiros que buscam inovação na forma de fazer negócio. E na
prática não há qualquer dificuldade relacionada aos tributos, os
serviços prestados continuam sendo faturados em reais e tributados de
acordo com o regime brasileiro”, explica Rodrigo Vieira da PG Advogados.

A agência sempre seguiu olhando as tendências e, para Carmona, essa
iniciativa mostra ao mercado que não há motivos para adiar a imersão na
economia digital. “Quero, inclusive, fazer um convite para o Elon Musk:
já que você está recebendo em Bitcoin, quando precisar de uma agência no
Brasil, pode contar com a gente”, brinca Carmona.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados