Brasília, 24 de Maio de 2022 - 19:16

GOOGLE E ABRAJI IMPULLSIONAM USO DO APLICATIVO PINPOINT

Duas grandes coletâneas de documentos de interesse público serão disponibilizadas, mensalmente, pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) no Google Drive, para pesquisa gratuita por meio do Pinpoint . A ferramenta possibilita a pesquisa inteligente em grandes volumes de arquivos, retornando rapidamente dados essenciais e relevantes para a busca.

O upload recorrente dos conteúdos para a nuvem, por parte da entidade, é fruto da parceria formalizada recentemente com a Google News Initiative (GNI) , anunciada na 16ª edição do Congresso da Abraji , que contou com a participação de Marco Túlio Pires, diretor do Google News Lab no Brasil , e Reinaldo Chaves, coordenador de projetos na Associação.

Atualmente, o Pinpoint faz parte do Journalist Studio, suíte de aplicações da GNI projetadas para colaborar com o desenvolvimento de um ecossistema de notícias ainda mais qualificado. Tem a proposta de otimizar a rotina nas redações e o tempo dos profissionais de imprensa.

"Queremos, ao mesmo tempo facilitar o acesso a essas informações e também permitir que as pessoas possam usar todas as grandes funcionalidades do Pinpoint, como pesquisar rapidamente e facilmente em milhares de documentos por entidades como pessoas, empresas/organizações e localizações. Sem dúvida, isso poderá ajudar muitos jornalistas brasileiros", explicou Chaves.

O Pinpoint chegou ao País no final de 2020, junto ao Journalist Studio, com a pretensão de oferecer mais tempo e espaço para que os profissionais de imprensa fiquem concentrados em encontrar e relatar histórias de interesse dos cidadãos, de forma segura e com as melhores narrativas.

"O diferencial do Pinpoint é que ele usa o mesmo motor de inteligência artificial da busca do Google, para identificar automaticamente as pessoas, os locais e até as empresas mencionadas nos documentos e nos áudios. Ou seja, você vai poder cruzar e encontrar numa fração de segundo todas essas informações, em centenas ou milhares de arquivos ao mesmo tempo. Muitas redações já estão usando o Pinpoint ao redor do mundo, e o Boston Globe recentemente ganhou um pulitzer com uma matéria que usou o Pinpoint durante a investigação", acrescentou Marco Túlio.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados