Brasília, 26 de Novembro de 2022 - 16:45

SITE GOV.BR TEM 110 MILHÕES DE CADASTRADOS EM DOIS ANOS

 Com o objetivo de unificar os canais digitais governamentais, centralizando em um só lugar as informações de todos os órgãos públicos, e digitalizar o acesso do cidadão aos serviços necessários no dia a dia, o Governo Federal lançou, em 2019, o gov.br. Com dois anos de funcionamento, a plataforma, desenvolvida pelo Serpro para o Ministério da Economia, já possui mais de 110 milhões de brasileiros cadastrados, e 4,6 mil serviços públicos de mais de 200 órgãos e entidades federais. São 114 milhões de demandas digitais realizadas por ano no gov.br, que já geram uma economia anual de mais de R$ 3,1 milhões para o país.

O gov.br faz parte do programa de transformação digital do Brasil, iniciado para promover maior integração entre as áreas de governo e garantir mais eficiência na prestação de serviços ao cidadão, diminuindo a necessidade de deslocamentos e comparecimentos presenciais aos órgãos públicos. Mais de 70% dos serviços de governo integrados na plataforma são totalmente digitais, e os mais acessados, atualmente, são a Carteira de Trabalho Digital, a Carteira Digital de Trânsito e o Meu INSS. Antes da criação do gov.br, apenas 2 milhões de brasileiros utilizavam os serviços públicos de forma digital. Agora, mais da metade da população brasileira já faz uso da plataforma.

Para o presidente do Serpro, Gileno Barreto, a transformação digital é a chave de um país mais eficiente e sustentável, e o gov.br está no centro desse movimento.
"O gov.br é um dos maiores programas de e-government do mundo. Encaramos o desafio de promover a transformação digital, e não apenas digitalizar os serviços públicos para o cidadão, mas, também, de transformar a experiência dos brasileiros, melhorando a vida deles por meio da tecnologia. Ao precisar do documento do carro ou agendar algum atendimento no INSS, entre outros serviços de governo, a pessoa vai descobrindo que basta uma única senha para ter acesso a milhares de serviços, de forma prática, ágil e segura, a qualquer hora e em qualquer lugar", enfatiza.

A previsão é que, até o final de 2022, 100% dos serviços públicos sejam digitalizados e disponibilizados no gov.br. "É o governo mais próximo do cidadão. As equipes do Serpro e da Secretaria de Governo Digital trabalham com um objetivo claro: facilitar a vida das pessoas, tornando mais simples o acesso aos serviços do governo. Ou seja, o gov.br é o governo como plataforma. A grande inovação do setor público é fazer as coisas acontecerem e o gov.br já é uma das maiores plataformas de governo do mundo”, ressalta o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, do Ministério da Economia, Caio Mario Paes de Andrade.

Os cidadãos podem ter acesso aos serviços de governo no gov.br a partir de três tipos de identificação digital: ouro, prata e bronze, de acordo com o grau de exigência, natureza e criticidade dos dados e das informações pertinentes aos serviços públicos solicitados. A diferenciação de identificação do usuário segue as regras previstas no Decreto nº10.543/ 2020.

Com o cadastro inicial, o usuário já recebe a identidade digital bronze, que permite o uso dos serviços e a realização de assinaturas simples em situações de baixo risco. Já quem integra o cadastro com conta e senha bancária recebe a identidade prata. A ouro é reservada àqueles que cadastraram sua biometria facial.

Desde maio deste ano, o gov.br oferece, ainda, uma opção de segurança adicional: a dupla autenticação. Com ela, o usuário, ao realizar seu login na plataforma, recebe um código de verificação em seu celular pelo aplicativo Meu Gov.br. O código deve ser utilizado para o acesso à conta de forma mais segura e com autenticação em dois fatores.

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Assuntos Relacionados