Brasília, 21 de Abril de 2024 - 17:04

GOVERNO QUER DENÚNCIAS DE ABUSO SEXUAL INFANTIL

Atualizado as 19:30h

“Crianças e adolescentes denunciam com sinais. Você denuncia com uma ligação”. Esse é o conceito da campanha criada pela Nacional Comunicação para o Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania, por meio da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom/PR). A campanha incentiva os brasileiros a denunciar o abuso e a exploração sexual de adolescentes e crianças pelo Disque 100.

Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2022 mostram que 82,5% dos estupros de vulneráveis (pessoas menores de 14 anos) são cometidos por agressores conhecidos das vítimas. Desses, 40,8% são pais ou padrastos; 37,2% irmãos, primos ou outro parente e 8,7% avós. Cerca de 76% dos crimes acontecem dentro dos lares brasileiros.

A campanha foi apresentada no Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, em evento no Palácio do Planalto, e chega à TV.

Quem sofre esses abusos não fala sobre o que está passando. Pela pouca idade, são vítimas que não conseguem reagir, proteger-se ou denunciar para as autoridades. Porém, denunciam com sinais.  A identificação de sinais por meio de desenhos, junto com mudanças de comportamentos, são alguns dos principais indícios para mapear abusos sexuais de crianças. Essas informações inspiraram a campanha e reforçam o projeto educativo de detecção de abusos, do Governo Federal.

Silvio Almeida – Ministro dos Direitos Humanos e Cidadania. Foto: Ricardo Stuckert

“Chega de calá-los e varrer a violência para baixo do tapete, de fechar os canais de denúncia, de perseguir educadores, perseguir professores. Como dizem os mais jovens, chega de passar pano. Temos que ficar atentos às nossas crianças e adolescentes para saber reconhecer os sinais de abuso ou de exploração e denunciar”, diz Silvio Almeida, ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania. 

“É a comunicação pública com força total para, realmente, sensibilizar as pessoas a ficarem em alerta sobre esse tipo violência. É um criativo de impacto, a serviço de um problema real da nossa sociedade,” diz Karina Monique, vice-presidente de Criação da Nacional Comunicação.

FICHA TÉCNICA:

Agência: Nacional Comunicação

Cliente: SECOM e Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania

Campanha: ENFRENTAMENTO AO ABUSO E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Presidente: Paulo de Tarso

Vice-Presidente de Planejamento: Rafael Freaza

Vice-Presidente de Criação: Karina Monique

Direção Geral: Audrey Buglian

Diretor de Criação: César Mafra

Criação: Karina Monique, Pedro Chequer, Fernando Bisão

Diretora de Atendimento: Renata Barrionuevo

Atendimento: Akemi Akaoka e Virginia Cesar

Diretora de Mídia: Selma Leal

Mídia: Leandro Lomeu, Marizete Marques, Roberta Campos, Jonatan Ferreira, Alan Sousa, Ricardo Gomes

Produção/RTV: Wanessa Severo, Faianne Landim

Produtora: Santeria

Aprovação Cliente: Mariana Seixas Lima, Emerson Muzi, Fabrício Carbonel, Cátia Siqueira, Daniele Maldaner, Zildete Melo, Danyelle Guedes

Tags

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Assuntos Relacionados